A dor não corta suas asas, ela te faz voar

pexels-photo-287240

Talvez vocês não tenham notado, mas tenho vivido dias difíceis . Na convivência com esses dias, pedi a Deus um tempo na escrita e que Ele apenas me usasse como caneta, quando eu estivesse curada. Ousadia da minha parte, querer por limites na soberana vontade de Deus. Se ele quer usar, jamais pedirá permissão a mim.

Eu sei, ó SENHOR, que não é do homem o seu caminho; nem do homem que caminha o dirigir os seus passos. (JR 10:23)

E mesmo sem ter uma ideia certa sobre o que escrever, eu estou aqui escrevendo pra você. Deus está me guiando nesse momento e eu não sei como esse texto vai terminar – vai ser uma surpresa pra mim também.

Sobre estar ferida 

Na maioria das vezes eu não entendo o porquê que tenho que sentir algumas dores e porque essas dores são tão parecidas com as outras dores que já tive. Parece uma reprise, parece que nunca vai ter fim, parece que fui destinada a sentir apenas isso. É confuso, eu sei. Eu não entendo, mas não fico perdendo meu tempo tentando entender. Acho que já passei dessa fase. Eu sei que há um propósito, que há algo inalcançável além da minha lógica. Sei que Deus se encontra agora e para sempre no controle de tudo, de cada detalhe, de cada virgula. Acho que minha cobrança não é tanto “o porquê”, mas sim o “até quando?” Eu sei que difícil se desapegar de toda insegurança, sei que nossa natureza humana é imatura e insiste em nos agarrar e nos fazer notar as dificuldades.
Estou em construção. Estou aprendendo. Deus está me ensinando a ser serva e a confiar inteiramente nEle.

A dor é amiga
Não podemos limitar nossa força. Vejo que a principal oposição está em nós. Não acreditamos na vitória ou na superação. Somos nosso maior inimigo. Percebi que a dor é amiga. Ela não está aqui pra colocar um stop. Eu não posso escrever apenas quando estiver curada, livre de toda dor e marcas. Não enxergo nisso o evangelho de Cristo. É necessário sentir, suar a camisa e carregar a cruz. O momento da dor é um momento oportuno que Deus te escolhe pra curar. Deus não precisa apenas da tua experiencia pós dor, Ele quer te mostrar que pode fazer mais, muito mais durante a dor. Momentos frágeis e confusos, servem para nos fortalecer e amadurecer. A dor não é inimiga. Ela é temporária e seus ensinamentos são eternos. Não deixe teu momento de dor te paralisar. Lembre-se: Foi na maior impossibilidade que Deus fez um paralitico andar.

Um beijo de fé e uma xícara de café,

Alyce