A dor não corta suas asas, ela te faz voar

pexels-photo-287240

Talvez vocês não tenham notado, mas tenho vivido dias difíceis . Na convivência com esses dias, pedi a Deus um tempo na escrita e que Ele apenas me usasse como caneta, quando eu estivesse curada. Ousadia da minha parte, querer por limites na soberana vontade de Deus. Se ele quer usar, jamais pedirá permissão a mim.

Eu sei, ó SENHOR, que não é do homem o seu caminho; nem do homem que caminha o dirigir os seus passos. (JR 10:23)

E mesmo sem ter uma ideia certa sobre o que escrever, eu estou aqui escrevendo pra você. Deus está me guiando nesse momento e eu não sei como esse texto vai terminar – vai ser uma surpresa pra mim também.

Sobre estar ferida 

Na maioria das vezes eu não entendo o porquê que tenho que sentir algumas dores e porque essas dores são tão parecidas com as outras dores que já tive. Parece uma reprise, parece que nunca vai ter fim, parece que fui destinada a sentir apenas isso. É confuso, eu sei. Eu não entendo, mas não fico perdendo meu tempo tentando entender. Acho que já passei dessa fase. Eu sei que há um propósito, que há algo inalcançável além da minha lógica. Sei que Deus se encontra agora e para sempre no controle de tudo, de cada detalhe, de cada virgula. Acho que minha cobrança não é tanto “o porquê”, mas sim o “até quando?” Eu sei que difícil se desapegar de toda insegurança, sei que nossa natureza humana é imatura e insiste em nos agarrar e nos fazer notar as dificuldades.
Estou em construção. Estou aprendendo. Deus está me ensinando a ser serva e a confiar inteiramente nEle.

A dor é amiga
Não podemos limitar nossa força. Vejo que a principal oposição está em nós. Não acreditamos na vitória ou na superação. Somos nosso maior inimigo. Percebi que a dor é amiga. Ela não está aqui pra colocar um stop. Eu não posso escrever apenas quando estiver curada, livre de toda dor e marcas. Não enxergo nisso o evangelho de Cristo. É necessário sentir, suar a camisa e carregar a cruz. O momento da dor é um momento oportuno que Deus te escolhe pra curar. Deus não precisa apenas da tua experiencia pós dor, Ele quer te mostrar que pode fazer mais, muito mais durante a dor. Momentos frágeis e confusos, servem para nos fortalecer e amadurecer. A dor não é inimiga. Ela é temporária e seus ensinamentos são eternos. Não deixe teu momento de dor te paralisar. Lembre-se: Foi na maior impossibilidade que Deus fez um paralitico andar.

Um beijo de fé e uma xícara de café,

Alyce

Um pouco sobre o convívio virtual

pexels-photo-377909

Ultimamente algo especifico tem ocupado minha mente e forma poderosa. Tenho analisado meus conceitos e minha forma de se portar nas redes sociais. Pode parecer coisa simples de pequena importância, mas não é. Deus se importa. Levando isto em consideração, resolvi fazer um texto pra vocês e compartilhar essa metanoia.

Na visão bíblica 

“…fazei tudo para a glória de Deus.” 1Co 10:31b O contexto desse versículo, Paulo faz uma abordagem aos irmão e Corinto sobre os alimentos que estavam comendo, pois os mesmos eram sacrificados aos ídolos. Ela deixa claro que não uma parcela das coisas que fazemos, não se trata de meio termo, é tudo. Devemos fazer tudo para a glória de Deus. Isso envolve as grandes, médias e pequenas ações. Nossos feitos devem promover o Reino de Deus e a sua glória.

O que fazer com minhas redes?

Entregue-as a Deus e dedique seu tempo nela para glorificara a Deus. As mil e uma coisas que você faz para Deus ainda não é tudo – ainda é pouco. Estamos sob um natureza caída que todos os dia tenta nos colocar distantes de Deus. Por isso, quanto mais fazemos em prol do Reino, ainda é pouco. O que Deus colocou em coração sobre o que fazer e não fazer nas redes:

1- Não publicar escândalos

“Ai do mundo, por causa dos escândalos; Porque é inevitável que venham escândalos, Mas ai do homem pelo qual vem o escândalo” – Mateus 18.7.

“Há duas formas de os escândalos virem ao mundo: Através do próprio agente do escândalo; E através dos noticiadores do escândalo. Quando Noé trouxe escândalo para sua casa…Seus filhos o tornaram ainda mais grave quando expuseram a nudez de seu pai. Os quais foram punidos pelo Senhor. Certamente, Satanás se delicia com a queda de um filho de Deus; No entanto, ele se esbalda quando os próprios irmãos do caído…Expõem ao mundo o pecado cometido.”

2- Ser moderada

A moderação tem a ver com o “equilíbrio” que é a capacidade de ter controle sobre as coisas. Por ser um veiculo de entretenimento, as redes podem facilmente viciar e acabar sendo a sua própria rotina e não apenas parte dela.

3- Ser cautelosa 

Envolve-se nisso, as fotos publicadas e os status publicados e curtidos. Devemos ser vigilantes e ter cuidado ao postar alguma foto. Não devemos dar evidencia a sensualidade. Outro ponto importante é aquilo que postamos. Já se fez essas perguntas? (Por que estou postando isso? Para que? E Pra quem?) Elas irão te ajudar na hora de saber o que convém ou não.

Então, você glorificou a Deus com o que você publicou hoje? Que abençoe sua vida, te encha de sabedoria e transforme segundo a vontade dele sua forma de agir e pensar.

Por: Alyce Tâmara

Odeio clichês, mas “que seja como flor”

pexels-photo-110108

Tínhamos um grande quintal. Essa era alegria de uma família que morava numa casa com cinco crianças. Posso expor aqui que tivemos uma boa infância, seja brincando debaixo de um pé de acerola ou correndo de um lado para o outro. Posso listar outras mil coisas que brincamos ali, mas agora pretendo contar sobre o humilde jardim que resolvemos cultivar naquele quintal.

Empolgada com ele por ser uma novidade para mim, eu recolhia toda espécie de flores que eu encontrava na rua. Me lembro de uma flor simples que eu peguei. Mas o que ela tinha de simples, tinha de bonita. Eu mesma a plantei. Dias depois ela não floresceu. Pelo contrário, ela murchou. Eu a peguei sem sua raiz e assim improvável que ela vivesse. Logo após aparentou não possuir mais vida. Não só murchou ou secou, como também escureceu.

No entanto, ainda havia uma pontinha esperança dentro de mim. Eu havia aprendido na escola que ainda que sejam plantadas sem a sua raiz, algumas plantas tem a graça de após um tempo em terra, criar suas próprias raízes. Não perdi a fé. O que me restava era esperar. Aquela pequena flor tinha o seu próprio tempo. Então, por volta de duas semanas, a flor “pegou”. Floresceu muito mais bonita do que da primeira vez. Cresceu. Se fortaleceu para a minha alegria.

Confesso que ela me deu um certo trabalho. Por ser delicada, exigia de mim mais atenção. Todos aqueles que possuem uma flor em casa sabem como elas são amáveis e como também necessitam de cuidados… Hoje, após ser achada por Cristo, eu entendo que sou uma flor cultivada e amada por Ele. Na verdade, eu acredito que não apenas eu, mas toda menina é. E como toda flor, passamos por dificuldades para nos mantermos com vida. São muitas as adversidades que fazem o que nossas pétalas caiam ou que nossas folhas sequem. Podemos sim em alguns momentos aparentar estar sem vida e até murcharmos. Porém, Jesus me fez contemplar minha lembrança sobre aquela delicada flor e me lembrar de como ela renasceu mais bonita.

Você é essa flor, menina! Eu não sei como se encontra as suas pétalas agora, mas eu posso te lembrar de que Cristo cuida de você. Não se engane, você não perdeu a alegria ou até mesmo a vida. Você está se fortalecendo, se renovando e criando raízes em Deus. É isso que a adversidade é para Deus, o momento em que você começa a depender Dele para crescer e enfim florescer.

A graça te basta, pois, o poder de Deus se aperfeiçoa na fraqueza. Assim, floresça menina! Mas floresça em Deus. Ele é a tua terra fértil, o teu jardineiro e o que você  precisa para se desenvolver está Nele.

miliblg

Deixe o Abba cuidar de você

pexels-photo-245520

Coração inquieto, a alma agitada, um turbilhão de pensamentos rondam a sua mente. Ela não consegue dormir, a ansiedade e o desespero querem controlá-la, é uma luta constate e enfadonha. Descansar no Senhor pode ser muito difícil as vezes, o sentimento de impotência que vem sobre nós por não sabermos o que vai acontecer, nem como vai acontecer faz tudo se tornar pior. Era assim que eu me sentia, e é assim que muita gente se sente, a única coisa que acalma o nosso coração ansioso é a oração, lançar sobre o nosso Abba os nossos anseios nos faz sentir melhor. O Senhor tem me ensinado a descansar, confiar, entregar os meus planos a Ele, muito melhor do que ficarmos tentando adivinhar o que vai acontecer, é crer que o nosso Pai tem o controle de tudo e que Ele já sabe do nosso futuro. Por isso descanse, entregue moça, o seu coração fragilizado e inquieto, coloque nas mãos daquEle que sabe o que fazer, não se preocupe se sua mente está uma bagunça, eu te garanto Ele sabe exatamente o lugar de tudo. Permita que o Abba controle os seus sentimentos e a sua vida, Ele não entrará se você não deixar, por isso abra a porta do seu coração e permita que Ele faça morada. Não se envergonhe do que Ele pode encontrar lá, você perceberá que Ele é a pessoa mais doce e gentil que você já conheceu e que te entenderá como ninguém, porque te conhece desde o ventre de tua mãe. Ele ama você, Ele quer cuidar de você, então deixe moça, deixe o Abba cuidar de você.

maria